Natal 2019

Hoje nasceu para vocês um Salvador, que é o Messias , o Senhor.

A liturgia desta noite fala-nos de um Deus que ama os homens; por isso, não os deixa perdidos e abandonados a percorrer caminhos de sofrimento e de morte, mas envia “um menino” para lhes apresentar uma proposta de vida e de liberdade. Esse “menino será “a luz” para “o povo que andava nas trevas”

Deus entra na história do ser humano por meio de uma mulher marginalizada. Celebrar o Natal é fazer memória dos eventos libertadores do nosso Salvador, Messias e Senhor. Jesus nasce no meio dos pobres, migrantes, pastores, enfim, encarna-se na realidade dos que sofrem, para remi-los.

A liturgia é comunicação do Deus que optou pelos pobres, falando a linguagem deles, resgatando-se definitivamente, para que ninguém venha de novo oprimi-los. Nasce para nós o Salvador. Hoje é dia de boas notícias, pois a história toma rumo novo, manifestando a solidariedade do Deus fiel, Glória a Deus no mais alto dos céus! Sua glória é ação concreta repercutindo na terra, trazendo para todos a paz.

A primeira leitura:

Isaias 9,1-6  – Chegou a salvação para os pobres e oprimidos . Luz para o povo nas trevas. No tempo de Isaias, em 732 aC. A população da Galiléia (Norte) tinha sido deportada para a Assíria: o profeta vê  a terra de Zabulão e Neftali como o reino das sombras da morte..
O profeta anuncia a chegada de “um menino”, da descendência de David, dom de Deus ao seu Povo; esse “menino” eliminará a guerra, o ódio, o sofrimento e inaugurará uma era de alegria, de felicidade e de paz sem fim.

A Galiéia oprimida tornar-se imagem de toda a humanidade , e aquele em quem ela coloca sua esperança deve ser o libertador da humanidade toda.

Evangelho:

Lucas 2,1-14 – Hoje, na cidade de Davi, nasceu para vocês um Salvador, que é o Messias , o Senhor. O recenseamento ordenado pelo imperador era instrumento de dominação, já que possibilitava saber quantas pessoas deviam pagar tributo. Dentro dessa situação de dominação nasce Jesus, o Messias, que desde o primeiro instante de sua vida se identifica com os pobres.

O Evangelho apresenta a realização da promessa profética: Jesus, o “menino de Belém”, é o Deus que vem ao encontro dos homens para lhes oferecer – sobretudo aos pobres e marginalizados – a salvação. A proposta que Ele traz não será uma proposta que Deus quer impor pela força; mas será uma proposta que Deus oferece ao homem com ternura e amor.

Envolto em faixas e colocado na manjedoura; envolto num lençol e colocado num sepulcro ; feito pão e vinho e posto a serviço dos que ele ama; assim é o nosso Salvador, o Messias, o Senhor, aquele que não reservou para si sua vida , mas a entregou a fim de nos resgatar e purificar, tornando-nos seu povo, dedicado a praticar a justiça.

Na criança de Belém, ambas as expectativas são realizadas: o Filho de Davi é Filho de Deus. Céu (anjos) e terra (pastores) o adoram. Ele é “o Senhor”, manifesta a glória de Deus e traz paz ao mundo.

Na criança de Belém, ambas as expectativas são realizadas: o Filho de Davi é Filho de Deus. Céu (anjos) e terra (pastores) o adoram. Ele é “o Senhor”, manifesta a glória de Deus e traz paz ao mundo.

A segunda leitura

Tito 2,11-14 – A manifestação de Jesus é catequese para a vida cristã. Manifestou-se a graça de Deus. A manifestação de Deus muda o modo de compreender e viver a vida. O cristão passa a viver voltado para a realização final, isto é, para a manifestação gloriosa de Jesus. O V. 14  testemunha a fé dos primeiros cristãos na divindade de Jesus.

Este texto lembra-nos as razões pelas quais devemos viver uma vida cristã autêntica e comprometida: porque Deus nos ama verdadeiramente; porque este mundo não é a nossa morada permanente e os valores deste mundo são passageiros; porque, comprometidos e identificados com Cristo, devemos realizar as obras d’Ele.

Na Mensagem de Natal em 2015, Papa Francisco afirmou:

Natal é você, quando decide nascer de novo, cada dia, deixando que Deus penetre seu interior.

O pinheiro do Natal é você, quando resiste fortemente aos ventos e dificuldades da vida.

Os enfeites de natal são você, quando suas virtudes são cores que enfeitam a vida.

O sino do natal é você, quando chama, une, reúne, congrega pessoas.

A luz do natal é você, quando ilumina com sua vida, o caminho dos outros através da bondade, paciência, alegria, generosidade.

Os anjos do natal são você, quando canta ao mundo uma mensagem de paz, de justiça e de amor.

A estrela do natal é você, quando conduz alguém ao encontro do Senhor.

Você também é os reis magos, quando dá o melhor de si aos necessitados

A música do natal é você, quando consegue encontrar harmonia interior.

O presente do natal é você, quando é verdadeiramente amigo e irmão de todo ser humano.

O cartão de natal é você, quando a bondade está escrita em suas mãos.

A felicidade do natal é você, quando perdoa e restabelece  a  paz mesmo que ainda esteja sofrendo.

O presépio do natal é você, quando sacia de pão e de esperança o pobre que está ao seu lado.

Você é sim a noite de natal, quando humilde e consciente recebe, no silêncio da noite , o Salvador do mundo sem barulho nem celebrações, você é sorriso de confiança e ternura na paz de um natal perene, que estabelece o reino em você.

Um feliz natal, para todos os que tem a face , a cara e semelhança de Natal!

Eu quero ser Natal e Você?

<< Voltar