Quinto domingo da páscoa

Jesus: Caminho, verdade e vida da humanidade.

Todo homem procura para a sua vida, uma meta que facilitará sua caminhada para frente. Desde o começo, os que se proclamam cristãos orientaram sua caminhada em Jesus de Nazaré. A Igreja é sempre um modo de p6or em jogo a experiência de Deus em Jesus. Não é surpreendente que, no comum procura tateante do futuro, encontremos esta palavra de Jesus. Ëu sou o Caminho, à Verdade e a Vida? O próprio Jesus apresenta-se como Caminho, Ele não é simples ponto de passagem para a caravana humana. Não é simples encruzilhada onde as pessoas, vindas de todos os horizontes, podem se cruzar, Ele se propõe como Caminho da Vida, como o caminho do futuro.

Atos 6, 1-7 – A comunidade se organiza para continuar fiel ao projeto de Deus. Surge o primeiro conflito na organização interna. A comunidade inteira é convocada para examinar a questão e chegar a uma decisão. Note-se que o poder é participado, e o problema é como tornar eficiente a partilha dos bens em favor dos necessitados (viúvas). O episódio mostra como os ministérios vão surgindo na Igreja em resposta a necessidades concretas: é a necessidade que leva a formar estruturas de serviço, e não o contrário.

1 Pedro 2,4-9 – A comunidade é o sacramento da presença de Deus. A situação dos cristãos imigrantes em terras estrangeiras é a mesma de Jesus, que foi descartado pelos homens como pedra inútil. Mas, como Jesus ressuscitou e se tornou a pedra viva, do mesmo modo os cristãos menosprezados se tornam pedras vivas que, unidas a Cristo, formam o templo vivo, onde todos são sacerdotes, oferecendo os sacrifícios que são agradáveis a Deus, através da própria vida. Agora, já não há outros entre Deus e seu povo: todos participam da única mediação sacerdotal de Cristo. Os cristãos não só têm uma casa, mas eles mesmos são essa casa; são o verdadeiro povo que dá testemunho das obras maravilhosas de Deus.

João 14, 1-12 – Jesus Caminho , Verdade e a Vida. Jesus é o verdadeiro caminho para a vida. Através da encarnação, Deus, doador da vida, se manifesta inteiramente na pessoa e ação de Jesus. A comunidade que segue Jesus não caminha para o fracasso, pois a meta é a vida. Jesus não apresenta apenas uma utopia, mas convida a percorrer um caminho historicamente concreto. Inspirada nos sinais que Jesus realizou, a comunidade criará novos sinais dentro do mundo, abrindo espaços de esperança e vida fraterna.

<< Voltar