Tríduo de São João Batista

Primeiro dia – João Batista anuncia Jesus Cristo 

Ambiente: O local da celebração deve estar bem ornamentado, a cor litúrgica é o vermelho, a mesa do centro preparada para receber a bíblia que entrará no rito da palavra, velas, o livrinho da Catequese e do Círculo Bíblico, pode-se fazer uma cópia ou desenho figura de São João Batista .

Animador: Caros irmãos e irmãs ,  a Igreja com alegria celebra a festa de São João Batista, ele anuncia Jesus Cristo através da Palavra preparando os caminhos do Senhor . Lembremos São João Batista com muito carinho, nesse tempo tão difícil que exige de nós muita perseverança em tudo.  Juntos cantemos

1 – Um dia, lá na Judéia / Um homem chamado João /:

Clamava no deserto / Que era urgente a conversão. (bis)

Viva João Batista! / Viva o precursor! /:

Porque João Batista anunciou o Salvador. (bis)

2 – João denunciava os crimes a todos: / ao rei e ao plebeu /:

Dizendo que o Messias traz justiça / ao Reino seu. (bis)

3 – O rosto de João ardia, / a sua palavra era espada: /:

“Mudai de vida todos, / preparai de Deus a estrada!” (bis)

4-Às margens do rio Jordão, João batizava o povo, / João batizava o povo, /:

Dizendo que Deus iria instaurar / um Reino Novo! (bis)

D– Em nome do Pai…(sinal da cruz)

Que a paz de Cristo esteja nesta nossa família, que o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam conosco.

T- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

D- É bom estamos aqui para juntos celebrarmos a visita de nosso  Padroeiro São João Batista.

T – Abençoa, Senhor,  as Famílias Amém . Abençoa, Senhor, a minha também. (Cantado ou rezado)

Diálogo –

L1– Hoje o nosso encontro com São João Batista  é dedicado a Palavra de Deus. “Tua Palavra é lâmpada para os meus pés, Senhor. Luz para o meu caminho” (Sl 119, 105)
Podemos dizer que a Bíblia é o principal livro da  Família., a mais importante fonte do processo de evangelização de nossos filhos. Isso é fácil de entender, pois sabemos que a Bíblia é, para nós, Palavra de Deus.

L2 -Se, na catequese, o que se pretende é ajudar o catequizando a realizar o seu encontro com Deus, fica clara a importância da Palavra de Deus, por meio da qual se realiza esse encontro. Assim deveria acontecer em nossas famílias.
L1 – A família deve, portanto, ter um espaço reservado para a leitura da Palavra de Deus. Todos nós devemos aprender a escutar a Bíblia ,  devemos vivenciá-la, ela tem sido um alento para nós neste tempo de pandemia. Por meio da Palavra, Deus se comunica conosco e nós nos comunicamos com Ele.

Todos : A palavra de Deus é luz para os meus passos

Canto : A Bíblia é a palavra de Deus ….

Regras de ouro para ler a Bíblia

L1 – Leia-a todos os dias. Quando tiver vontade e quando não tiver também. É como um remédio, com ou sem vontade tomamos porque é necessário.

L2- Tenha uma hora marcada para a leitura. Descobrir o melhor período do dia para você e fazer dele a sua hora com Deus.

L1- Marque a duração da leitura. O ideal é que seja de 30 a 40 minutos, no mínimo, por dia.

L2- Escolha um bom lugar. É bom que se leia no mesmo lugar todos os dias. Deve ser um lugar tranqüilo, silencioso que facilite a concentração e favoreça a criação de um clima de oração. Se, num determinado dia, não se puder fazer o trabalho na hora marcada e no lugar escolhido, não faz mal. Em qualquer lugar e em qualquer hora devemos ler. O importante é que se leia todos os dias.

L1- Leia com lápis ou caneta na mão. Sublinhe na sua Bíblia e anote no seu caderno as passagens mais importantes, tudo o que chamar a sua atenção, as coisas que Deus falou ao seu coração de modo especial. Isto facilita encontrar as passagens quando precisar delas.

L2- Faça tudo em espírito de oração. Quando se lê a Bíblia faz-se um diálogo com Deus; você escuta, você se sensibiliza, você chora. É um encontro entre duas pessoas que se amam. “Quando oramos falamos a Deus. Quando lemos as Sagradas Escrituras é Deus quem nos fala.”

Canto: Eu vim para escutar….

Palavra do Senhor  – Leitura : Rom 10, 8-13

Mas, afinal, o que diz a Escritura? «A palavra está perto de você, em sua boca e em seu coraçãoIsto é: a palavra da que nós pregamos. 9 Pois se você confessa com a sua boca que Jesus é o Senhor, e acredita com seu coração que Deus o ressuscitou dos mortos, você será salvo. 10 É acreditando de coração que se obtém a justiça, e é confessando com a boca que se chega à salvação. 11 De fato, a Escritura diz: «Todo aquele que acredita nele, não será confundido12 Não distinção entre judeu e grego, pois ele é o Senhor de todos, rico para com todos aqueles que o invocam. 13 Porque todo aquele que invoca o nome do Senhor, será salvo. –

Palavra do Senhor  

T- Graças a Deus

Momento Reflexão ( Silêncio e Partilha da Palavra)

Preces:

Irmãos caríssimos, celebrando  nossa vida de Igreja , agradeçamos a Deus, nosso Pai, por todos os seus dons; e aclamemos:

T. São João Batista, rogai a Deus por nós e aumentai o nosso amor pela Palavra de Deus.

1- PEDIMOS Ó PAI, pela vossa Igreja; para que, com a ação apostólica de todos seus ministros e de todo o povo, possa ser sinal de vossa misericórdia para com os pecadores que desejam viver vossa graça e vossa paz, rezemos.
2- SUPLICAMOS pelos pobres e oprimidos, por todos os doentes, especialmente por aqueles que se encontram nos leitos dos hospitais ou em seus lares sofrendo com o coronavirus; que nunca percam a fé e a esperança no Cristo Vida, rezemos.
3- ESTAMOS CELEBRANDO O NOSSO PADROEIRO, não como nós queríamos. Para que toda essa pandemia passe e tenhamos dias melhores ,  rezemos.
4- PELA COMUNIDADE QUE COMEMORA A FESTA DO SEU PADROEIRO, São João Batista. Que todos se sintam comprometidos, assim como ele, com o evangelho de Cristo, levando a todos a mensagem de fé, esperança e caridade, rezemos…
Todos : São João Batista, voz que clama no deserto: “Endireitai os caminhos do Senhor… fazei penitência, porque no meio de vós está quem vós não conheceis e do qual eu não sou digno de desatar os cordões das sandálias”, ajudai-me a fazer penitência das minhas faltas para que eu me torne digno do perdão daquele que vós anunciastes com estas palavras: “Eis o Cordeiro de Deus, eis aquele que tira o pecado do mundo”.

 Reza-se um Pai nosso, Ave Maria e Glória ao Pai.
– São João Batista, rogai por nós.

Canto: Viva João Batista

Segundo dia – A voz que clama no deserto

Ambiente: O local da celebração deve estar bem ornamentado, a cor litúrgica é o vermelho, a mesa do centro preparada para receber a bíblia que entrará no rito da palavra, velas, o livrinho da Catequese e do Circulo Bíblico, pode-se fazer uma cópia ou desenho figura de São João Batista .

Animador: Caros irmãos e irmãs ,  a Igreja com alegria celebra a festa de São João Batista, a voz que clama no deserto , preparou o caminho do Senhor e Batizou Jesus Cristo no Rio Jordão. Lembremos São João Batista com muito carinho, nesse tempo tão difícil que estamos vivendo, rezar faz bem a todos os que tem fé. Juntos cantemos: .

1 – Um dia, lá na Judéia / Um homem chamado João /:

Clamava no deserto / Que era urgente a conversão. (bis)

Viva João Batista! / Viva o precursor! /:

Porque João Batista anunciou o Salvador. (bis)

2 – João denunciava os crimes a todos: / ao rei e ao plebeu /:

Dizendo que o Messias traz justiça / ao Reino seu. (bis)

3 – O rosto de João ardia, / a sua palavra era espada: /:

“Mudai de vida todos, / preparai de Deus a estrada!” (bis)

4-Às margens do rio Jordão, João batizava o povo, / João batizava o povo, /:

Dizendo que Deus iria instaurar / um Reino Novo! (bis)

D– Em nome do Pai…(sinal da cruz)

Que a paz de Cristo esteja nesta nossa família, que o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam conosco.

T- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

D- É bom estamos aqui para juntos celebrarmos a visita de nosso Padroeiro São João Batista.

T – Abençoa, Senhor,  as Famílias Amém . Abençoa, Senhor, a minha também. (Cantado ou rezado)

Vamos conhecer o nosso padroeiro:

L1: João Batista (2 a.C.-27), ou São João, foi um pregador judeu, segundo os evangelhos, era primo de Jesus e foi o responsável por seu batismo.

João Batista nasceu em Ein Kerem, na Judéia, ano 2 a.C.

L2: Segundo o Evangelho de São Lucas, João era filho do sacerdote Zacarias e de Isabel, descendente de Aarão, prima de Maria, que viria a ser a mãe de Jesus. “Não tinham filhos, porque Isabel era estéril, e os dois já eram de idade avançada” (Lucas 1, 7).

L1: O nascimento de João foi anunciado pelo anjo Gabriel, enviado por Deus. ”Certa ocasião, Zacarias fazia o serviço religioso no Templo”. “Então apareceu um anjo do Senhor”. “O anjo disse: Não tenha medo, Deus ouviu seu pedido, e sua esposa vai ter um filho e você lhe dará o nome de João”. (Lucas 1, 8-11-13).

L2: Isabel deu a luz a um filho, e como era prática entre os judeus, no oitavo dia João passou pela cerimônia da circuncisão. Sua educação foi influenciada pelas ações religiosas do templo, onde seu pai era sacerdote e sua mãe pertencia a uma sociedade chamada “Filhas de Aarão”.

T: “O menino ia crescendo, e ficando forte de espírito”. Se tornou um líder popular que reunia em torno de si um grande número de pessoas.

Canto: 1.Eu vim para escutar Tua palavra, tua palavra, tua palavra de amor
2.eu gosto de escutar. Tua palavra, tua palavra, tua palavra de amor
3.eu quero entender melhor Tua palavra, tua palavra, tua palavra de amor
4.o mundo ainda vai viver Tua palavra, tua palavra, tua palavra de amor

Palavra do Senhor: Mateus 3, 1- 6 

1 Naqueles dias, apareceu João Batista, pregando no deserto da Judéia: 2 Convertam-se, porque o Reino do Céu está próximo.» 3 João foi anunciado pelo profeta Isaías, que disse: «Esta é a voz daquele que grita no deserto: Preparem o caminho do Senhor, endireitem suas estradas!» João usava roupa feita de pêlos de camelo, e cinto de couro na cintura; comia gafanhotos e mel silvestre. Os moradores de Jerusalém, de toda a Judéia, e  todos os lugares em volta do rio Jordão, iam ao encontro de João.   Confessavam os próprios pecados, e João os batizava no rio Jordão.

Momento de Reflexão ( silêncio e partilha)

Preces:

Irmãos , celebrando  a vida de São João Batista , de Família e de nossa vida de Igreja , agradeçamos a Deus, nosso Pai, por todos os dons recebidos , e aclamemos:

T. São João, rogai a Deus por nós e aumentai o nosso amor pela vida de Igreja.

Por nós pais, pelos filhos e pelos nossos padrinhos , rezemos para que sejamos Igreja, uns para os outros , na fé e no amor, onde possa crescer a vida cristã de nossos filhos . T. São João ….

L. Por nossos vizinhos, e pelos moradores do bairro, rezemos para que semeiem a paz e a concórdia, servindo e trabalhando junto pelo bem de todos , onde possa crescer os valores cristãs.

Pela nossa Igreja de São João Batista e pelos irmãos de fé, rezemos para que vivam nesse tempo de pandemia como os primeiros cristãos, perseverantes na oração , na doutrina, na partilha e na unidade . T.

Por todos nós, pela unidade de nossos trabalhos pastorais e missionários, construído em favor do Reino de Deus, por eles criamos um mundo mais justo e fraterno. T.

Rezemos a oração do nosso padroeiro

T- São João Batista, voz que clama no deserto: “Endireitai os caminhos do Senhor… fazei penitência, porque no meio de vós está quem vós não conheceis e do qual eu não sou digno de desatar os cordões das sandálias”, ajudai-me a fazer penitência das minhas faltas para que eu me torne digno do perdão daquele que vós anunciastes com estas palavras: “Eis o Cordeiro de Deus, eis aquele que tira o pecado do mundo”.

Reza-se um Pai nosso, Ave Maria e Glória ao Pai.
São João, pregador da penitência, rogai por nós.

São João, precursor do Messias, rogai por nós.

São João, alegria do povo, rogai por nós.
Amém.

Canto : Viva João Batista

Batismo de Jesus Cristo

Jesus foi da Galileia para o rio Jordão, a fim de se encontrar com João, e ser batizado por ele. Mas João procurava impedi-lo, dizendo: “Sou eu que devo ser batizado por ti, e tu vens a mim?” Jesus, porém, lhe respondeu: “Por enquanto deixe como está! Porque devemos cumprir toda a justiça”. E João concordou. Depois de ser batizado, Jesus logo saiu da água. Então o céu se abriu, e Jesus viu o Espírito de Deus, descendo como uma pomba e pousando sobre ele. E do céu veio uma voz, dizendo: “Este é o meu filho amado, que muito me agrada”. (Mateus 3, 13-14-15-16).

Evangelho de São João

O evangelho de São João Batista é uma espécie de meditação, que procura despertar e alimentar a fé em Jesus Cristo. Para João, Jesus é o enviado de Deus, aquele que revela o Pai aos homens. Jesus revela esse amor e realiza a vontade do Pai, dando sua vida em favor dos homens. João procura revelar isso através dos sete milagres, que são chamados de sinais, salientando a importância do compromisso com a fé. Revela também a volta de Jesus ao Pai, através da morte e ressurreição.

Prisão e morte de João Batista

A prisão de João Batista ocorreu na Galileia a mando do governador Herodes, que disse a seus oficiais: “Ele é João Batista, que ressuscitou dos mortos. É por isso que os poderes agem nesse homem”. “De fato, Herodes tinha mandado prender João, amarrá-lo e coloca-lo na prisão”. “Fez isso por causa de Herodíades, a mulher do seu irmão”. Porque João dizia a Herodes: “Não é permitido você se casar com ela”. (Mateus 14, 2-3-4).

Quando chegou o aniversário de Herodes, a filha de Herodíades dançou diante de todos e agradou a Herodes. ”Pressionada pela mãe ela disse: Dê-me aqui, num prato, a cabeça de João Batista”. “Depois, a cabeça de João foi levada num prato, foi entregue à moça, e esta a levou para sua mãe” (Mateus 14, 8-11).

São João Batista foi morto no ano 27 da Era Cristã. Seu dia é celebrado pela religião católica com uma festa popular no dia 24 de junho e seu martírio é lembrado no dia 29 de agosto.

Terceiro dia – Família Berço da Vida  

D- Nos reunimos, no dia de hoje ,para celebrar  São João Batista, em nossa família. Queremos  rezar  para que “as famílias continuem sendo berço onde nasce a vida humana abundante e generosamente, onde se acolhe, se ama, se respeita a vida desde a sua concepção até o seu fim natural”

Canto: 1 – Um dia, lá na Judéia / Um homem chamado João /:

Clamava no deserto / Que era urgente a conversão. (bis)

Viva João Batista! / Viva o precursor! /:

Porque João Batista anunciou o Salvador. (bis)

2 – João denunciava os crimes a todos: / ao rei e ao plebeu /:

Dizendo que o Messias traz justiça / ao Reino seu. (bis)

3 – O rosto de João ardia, / a sua palavra era espada: /:

“Mudai de vida todos, / preparai de Deus a estrada!” (bis)

4-Às margens do rio Jordão, João batizava o povo, / João batizava o povo, /:

Dizendo que Deus iria instaurar / um Reino Novo! (bis)

D– Em nome do Pai…(sinal da cruz)

Que a paz de Cristo esteja nesta nossa família, que o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam conosco.

T- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

D- É bom estamos aqui para juntos celebrarmos o nosso Padroeiro São João Batista.

T – Abençoa, Senhor,  as Famílias Amém . Abençoa, Senhor, a minha também. (Cantado ou rezado)

Dialogo –

L 1– Hoje o nosso segundo dia  com São São João Batista é dedicado a Família .  A Família está exposta:  ao desemprego, a doença, ao luto, as drogas, a falta de tempo entre marido e mulher, dos pais para com os filhos e  para com Deus.

L 2 – Queremos elevar até o Pai Celeste o nosso clamor pela família célula mãe da sociedade, para que ela seja realmente dom e compromisso, casa e escola de comunhão. Fonte de onde nascem os valores cristãos que são pilares indispensáveis na edificação de toda pessoa humana, segundo o projeto do Criador.

T: Pois é da Família que tudo brota, é nela que o homem aprende a dar seus primeiros passos de cristão para depois vivenciar numa comunidade.  Eu acredito na família

L 1: Oremos, pelo homem e pela mulher criados por Deus à sua imagem e semelhança para que acolham com fidelidade e amor os desígnios de Deus a respeito do matrimônio e da família

L 2:Oremos, pelo pais primeiros catequistas dos filhos, onde o casal Pai e Mãe, homem e m ulher, ensinam e testemunham a fé cristã, formando os filhos nesta mesma fé e os tornando solidários.

L 3: Oremos, pela família geradora de uma sociedade nova, primeira escola de virtudes so ciais e dos verdadeiros valores humanos e cristãos.

T: Oremos, pelos nossos governantes e políticos para que estes trabalhem por políticas públicas que valorizem a família e que contribuam para construção de um futuro melhor para a juventude e o bem-estar da infância.

Canto:

Senhor, eu sei que é teu este lugar, todos querem te adorar, toma tu a direção. Sim oh vem o Santo Espírito os espaços, preencher. Reverência a tua voz vamos fazer.

Podes reinar, Senhor Jesus, oh sim, o teu poder teu povo sentirá. Que bom Senhor, saber que estás presente aqui, reina, Senhor neste lugar.

Palavra do Senhor  – Leitura : Gen 1, 26-28

Então Deus disse: «Façamos o homem à nossa imagem e semelhança. Que ele domine os peixes do mar, as aves do céu, os animais domésticos, todas as feras e todos os répteis que rastejam sobre a terra». E Deus criou o homem à sua imagem; à imagem de Deus ele o criou; e os criou homem e mulher. E Deus os abençoou e lhes disse: «Sejam fecundos, multipliquem-se, encham e submetam a terra; dominem os peixes do mar, as aves do céu e todos os seres vivos que rastejam sobre a terra».

Momento Reflexão

Leitor 1:Deus disse: façamos o homem”. A narração apresenta a criação do homem, varão e mulher, como fruto e obra de Deus. Deus cria o homem, trabalhando como o oleiro que plasma o barro (cf. Gn 2, 7).  E também quando deu vida ao seu povo Israel, libertando-o da escravidão, e conduzindo-o rumo à terra prometida. A obra de Deus assemelhar-se-á ao trabalho do pastor, que conduz o seu rebanho (cf. Sl 77, 21).

Leitor 2: A obra criadora de Deus realiza-se na sua Palavra: Deus disse: “Façamos o homem à nossa imagem e semelhançaE Deus criou o homem à sua imagem…”  Ele contempla aquilo que tinha feito, até captar o seu esplendor, e alegra-se diante da beleza do bem que Ele criou. Quem ainda sabe admirar-se diante das maravilhas do mundo, revive de alguma maneira o júbilo de Deus.

( Silêncio)

Preces:

Irmãos , celebrando  nossa vida de Igreja e de Família, agradeçamos a Deus, nosso Pai, por todos os seus dons, e aclamemos:

T. São João, rogai a Deus por nós e aumentai o nosso amor pela família.

1- PELA SANTA IGREJA DE DEUS, para que nas tempestades deste mundo ponha em Cristo toda a sua confiança, rezemos.

2- PELOS CRISTÃOS, para que descubram a presença de Deus nos acontecimentos que os rodeiam e que não se deixem vencer pelo desânimo e pelo medo, mas confiando na presença de Cristo saibam infundir e suscitar esperança e otimismo, rezemos.

3- PELOS VACILANTES E FRACOS NA FÉ, para que a caridade e o otimismo dos que o cercam façam-lhes sentir a presença de Deus, rezemos.

4- POR NOSSOS QUERIDOS PAIS, que sejam sinais da presença de Deus na família, cercando-a de amor e dedicação, educando os filhos e cuidando da esposa; que tenham sempre ânimo e coragem e sejam abençoados por Deus em sua missão e vocação, rezemos.

5-PELAS FAMÍLIAS que estão atravessando momentos de tempestades. Para que escutem a voz de Jesus dizendo :coragem!. Que nunca percam a esperança de ser restauradas na compreensão e no perdão que somente Deus pode dar, rezemos.

Rezemos a oração do nosso padroeiro

T- São João Batista, voz que clama no deserto: “Endireitai os caminhos do Senhor… fazei penitência, porque no meio de vós está quem vós não conheceis e do qual eu não sou digno de desatar os cordões das sandálias”, ajudai-me a fazer penitência das minhas faltas para que eu me torne digno do perdão daquele que vós anunciastes com estas palavras: “Eis o Cordeiro de Deus, eis aquele que tira o pecado do mundo”.

Reza-se um Pai nosso, Ave Maria e Glória ao Pai.

São João, pregador da penitência, rogai por nós.

São João, precursor do Messias, rogai por nós.

São João, alegria do povo, rogai por nós.

Amém.

Canto : Viva João Batista

<< Voltar