Vigésimo Sexto Domingo do Tempo Comum

Dia Nacional da Bíblia

Deus é essencialmente livre ao conceder seus dons. Age diferentemente dos esquemas mentais usuais e das estruturas consagradas, concedendo a profecia também aos que estão fora da tenda (I leitura). É esta também a atitude de Jesus (evangelho). Convida ao respeito e à confiante expectativa, e a perceber nos que não são nossos não um inimigo em potencial ou concorrente, mas uma sintonia interior, que pode terminar sendo a de um companheiro de fé. As instituições podem provir da iniciativa de Deus; mas o que importa é o uso que delas fazem as pessoas. Os profetas não cessam de lembrá-lo: Javé é soberanamente livre! Jesus assume as estruturas e instituições do seu povo com toda a liberdade, sem nunca se deixar escravizar por eles. O Espírito sopra onde quer e não está preso a nenhuma estrutura humana. As instituições são feitas para as pessoas e não as pessoas para as instituições.

Números 11,25-29: A profecia só depende da eleição; rejeição do falso zelo – A mansão libertadora de Moisés apoiava-se no Espírito recebido de Deus ( Is 63,11). Também seus setenta assistentes (os anciãos) recebem este Espírito, embora só um pouquinho, pois “não continuaram (11,25). Ora, havia dois eleitos para receber o Espírito, que não foram à Tenda da Aliança. Mesmo assim, receberam o Espírito, no próprio acampamento. Moisés, recusando o falso zelo dos que acusam este fato, reconhece neles o dom de Deus e faz votos que todo o povo possa receber assim o Espírito. – Esta efusão geral do Espírito é uma feição do tempo escatológico, conforme Jl 3,1-2; At a vê realizada no evento de Pentecostes. -11,25. Nm 11,17

Marcos 9,36-43.45.47-48: Quem não é contra nós, é por nós – (Continuação das instruções comunitárias:) – A palavra de Mc 9,40 não se deve confundir com a de Mt 12,30 (Lc 11,23), de outra tradição e situada num contexto bem diferente. Mc 9,40 significa: quando se trata de publicar o nome de Jesus, qualquer ajuda é bem-vinda (Fl 1,15). Mt 12,30 quer dizer: quando se trata do poder do Maligno, então sim, quem não está de nosso lado, está com o Maligno. Interessa-nos hoje a problemática de Mc 9,40. Atualizando: o bem se pode fazer também fora da Igreja. Mc 9,41: não se pergunta se os que dão um copo d’água aos que são do Cristo são cristãos eles mesmos; de qualquer modo, serão recompensados. – Em Mc 9,42-50 continuam as instruções comunitárias, com o problema dos pequenos, que não devem ser perturbados na sua simples fé, mesmos ainda ser seduzidos para o mal – 9,38-40. Lc 9,49-50

Tiago 5,1-6: A riqueza dos ricos está podre – Ameaça aos ricos, que não querem repartir sua abundância com os necessitados, e isso, na proximidade dos “últimos dias” (a primeira Igreja acredita firmemente na iminência da Parusia). São cegos: não enxergam a miséria dos pobres, nem os sinais do tempo. Também hoje, muitos cristãos amontoam dinheiro sem escrúpulos, deixando para mais tarde o momento de aceitar seu débito com Deus…Deus julga sobre a caridade testemunhada ao mais pobre, aqui e agora (Mt 25,31-46) – 5,1-3. Lc 6,24-25

<< Voltar